Saturday, April 15, 2006

Reflexões sobre a existência humana

Essas são minhas revistas preferidas.
A soma de várias leituras, aliadas às experiências coditianas permitem um olhar mais apurado.
Estamos, vez ou outra, envolvidos em reflexões sobre a natureza humana. Rachel de Queiroz narra o drama da seca em seu romance O Quinze e ali encontramos o gosto amargo da vida. O personagem Chico Bento às voltas com a marcha dos retirantes nordestinos, ao lado de sua mulher Cordulina: cabelos ao rosto, a pele empretecida como uma casca, a saia roída, os ossos aparecendo... Um retrato triste da miséria.
É comum observarmos na literatura engajada a denúncia dos problemas sociais. Letras de músicas também cumprem esse papel. É um desejo de dar à vida humana a dignidade que ela deve ter.
Vejamos:
Na escola primária
Um dia num muro
Ivo viu a uva
Ivo soletrou
e aprendeu a ler.
a lição da plebe.
Ao ficar rapaz
E prendeu a ver.
Ivo viu a Eva
Ivo viu a ave?
e aprendeu amar.
Ivo viu o ovo?
E sendo homem feito
Na nova cartilha
Ivo viu o mundo
Ivo viu a greve
seus comes e bebes.
Ivo viu o povo.
(Lêdo Ivo)
Gosto dessas reflexões, mas é necessário agir também. Toda omissão, qualquer negligência deve ser estirpada das nossas ações. Sinto enorme prazer ao ver pessoas envolvidas como voluntárias de intituições filantrópicas.
Se desejamos fazer a vida valer a pena é necessário compromentimento com ela.
Drummond não desejou ser um poeta de um mundo caduco. Ele desejou a união de todos em prol de um mundo melhor.
O prazer de solidarizar-se com o próximo, de dar as mãos, de trabalhar por uma existência digna é preocupação de diversos poeta e escritores. precisamos superar nossas crises exintenciais, deixar de lado o individualismo, dar oportunidade para o outro.
Penso com Ezra Pound “Só se escreve poesia de boa qualidade a partir da vida”.

1 Comments:

Anonymous ceci pinheiro said...

"Se desejamos fazer a vida valer a pena é necessário compromentimento com ela."
E a poesia? É vida? É morte? É riso? É lágrima? Como nos compromenter, senão vivendo, morrendo, rindo ou chorando?
Continue refletindo sobre a vida e nos fazendo vivê-la.
Beijo.

9:55 AM  

Post a Comment

Links to this post:

Create a Link

<< Home